sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

A "Natividade" por pintores famosos

Conrad Soest ou Conrad von Soest (1370 — 1422) foi um mestre e pintor alemão do chamado estilo suave, dentro do gótico internacional. Sua obra teve grande influência na pintura alemã do século XV. Nesta obra o telhado do estábulo está esburacado, mas Maria tem o bebê quente em seus braços em lençóis requintados. José faz uma sopa para restaurar a parturiente.

Petrus Christus (Baarle, 1410 a 1420 — Bruges, 1473) foi um pintor flamengo que trabalhou em Bruges. A obra é cheia de detalhes – anjos com asas coloridas, arcos e pilares ornamentados, mas o que atrai os olhos é o menino Jesus no chão, apoiado no vestido da mãe.

Sandro Botticelli (Florença, 1º de março de 1445 – 17 de maio de 1510), foi um pintor italiano da Escola Florentina do Renascimento. Aqui, o nascimento de Cristo é celebrado com festa e dança.

Hieronymus Bosch, ('s-Hertogenbosch, 1450 — 9 de Agosto de 1516), foi um pintor e gravador Holandês dos séculos XV e XVI. Normalmente, seus quadros trazem uma atmosfera onírica e irreal. Nesta obra, esse sentimento nos homens que observam a cena no telhado do estábulo.

Gerard David (Oudewater, c. 1460 — Bruges, 13 de agosto de 1523) foi um pintor holandês do Gótico tardio, conhecido pelo uso brilhante da cor. Gerard David nasceu onde hoje é Utrecht. A maior parte de sua carreira, porém, aconteceu em Bruges. 

Geertgen tot Sint Jans (Leyden, 1460 — 1490) foi um pintor holandês do século XV bem pouco conhecido. Muitas de suas obras têm autenticidade contestada, mas esse quadro, aparentemente, é dele mesmo. Tem um menino Jesus resplandecente e um anjo que brilha ao fundo.

Lorenzo Costa (1460 - 5 de Março de 1535) foi um pintor italiano do Renascimento. Nasceu em Ferrara, mas se mudou para Bolonha quando tinha 20 anos. Neste quadro, chama atenção os detalhes da cidade ao fundo, a pose do bebê deitado sobre o braço.

Ambrogio Borgognone (Ambrogio da Fossano, Ambrogio Stefani da Fossano ou simplesmente Bergognone (1470 - 1523/1524) foi um pintor italiano da Renascença e um dos membros da Escola Milanesa. 

Federico Barocci (Urbino, 1528 - 30 de Setembro de 1612) foi um pintor, gravador e impressor italiano da Contra-Reforma ou do proto-Barroco. Repareno quadro: é Maria e não o menino Jesus que está no centro da tela.

Marten (Maarten) de Vos (Antuérpia?, 1532–1603) foi um importante pintor do Maneirismo. Estudou na Itália e foi influenciado pela cor dos venezianos.

El Greco, (Fodele, Heraclião, 1541 — Toledo, 7 de abril de 1614) foi um pintor, escultor e arquiteto grego que desenvolveu a maior parte da sua carreira na Espanha. Entre os detalhes que fazem dessa obra uma grande pintura estão a fragilidade aparente do menino Jesus, o olhar plácido da mãe e o chifre do boi em primeiro plano.

Michelangelo Merisi da Caravaggio (Caravaggio, 29 de setembro de 1571 – Porto Ercole, 18 de julho de 1610) foi um pintor italiano atuante em Roma,Nápoles, Malta e Sicília, entre 1593 e 1610. É normalmente identificado como um artista barroco, estilo do qual foi o primeiro grande representante. Como tantas obras de Caravaggio, esta também tem um clima único. Maria está desalinhada – diferentemente de todas as outras Marias parturientes. 

Gerard van Honthorst (4 de novembro de 1592 – 27 de abril de 1656) foi um pintor holandês. Conheceu Roma logo cedo e ali teve muito sucesso pintando em estilo influenciado por Caravaggio. Neste quadro, a iluminação vai para o Menino Jesus.

Georges de La Tour (13 de março de 1593 – 30 de Janeiro de 1652) foi um pintor barroco francês. Nesta obra, Jesus é um bebê todo amarradinho – como ficavam os bebês humanos normais (até bem pouco tempo). Um jeito raro de retratá-lo.

Arthur Hughes (27 de Janeiro de 1832 – 22 de dezembro de 1915) foi um pintor inglês. Maria, bem nova, aparece bastante submissa ao lado dos anjos que levam seu filho.

Fonte: Casa Abril

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...