sábado, 26 de maio de 2012

A imagem milagrosa de ETZELSBACH



O Santuario Mariano de Turingia

Por Britta Dorre
ROMA,(ZENIT.org)

Etzelsbach de Eichsfeld está localizada na região de Eichsfeld, cerca de 10 km de Heiligenstadt, no estado Federalou territorio da Turíngia (centro da Alemanha). A história do santuário remonta ao século XVI. O lugar foi mencionado pela primeira vez em 1525, quando a capela da peregrinação "Zu unserer Lieben Frauen" foi incendiada durante a Guerra dos Camponeses (Bauernkrieg, 1524-1526). Enquanto Etzelsbach originalmente pertencia ao mosteiro de Beuren, após o encerramento da fundação de Cisterciense, em 1555, foi para a paróquia de São Maurício, em Steinbach.

 Segundo a tradição, a imagem milagrosa foi encontrada acidentalmente por um agricultor, enquanto ele arava seus campos. Tem um papel importante desde 1625, especialmente durante a  tradicional peregrinação a cavalo, que é realizada anualmente no segundo domingo após a Visitação. No povoado vizinho de Wingerode eclodiu em 1625 uma grave doenca equínea e os animais levados para o santuário foram curados. Ainda hoje, junto a capela de Etzelsbach , os cavalos dao três voltas ao redor do edifício.
O aspecto atual da capela neo-gótica remonta a um projeto dos arquitetos Paschalis Gratze e Fritz Cordier em 1897/98. Na capela encontra se  a milagrosa imagem - é uma escultura de madeira do século XVI - que representa a Pieta.


Durante a sua visita apostólica à Alemanha, o Papa Bento XVI em 23 de setembro de 2011 chamou , durante a celebração das Vésperas,  a atenção Etzelsbach para a posição do Crucificado. "Na maioria das representações da Pieta, Jesus morto esta com a cabeça para a esquerda. Assim, o espectador pode ver a ferida do lado do Crucificado ", explicou o Pontífice. "Aqui em Etzelsbach, no entanto, a ferida do peito é escondida, porque o cadáver, precisamente, está voltado para o outro lado."

"Parece-me que nesta representação esconde um significado mais profundo, que se revela apenas em uma contemplação cuidadosa," continuou o Pontifice. "Na imagem milagrosa de Etzelsbach os corações de Jesus e de sua Mãe estão um diante do outro, se aproxima um do outro. Estão dando um ao outro o seu amor. Sabemos que o coração é o órgão mais sensível às sensibilidades dos outros, bem como o órgão da compaixao íntima. No coração de Maria há espaço para o amor que o seu Filho divino deseja dar ao mundo”.

"Sob a cruz, Maria torna-se companheira e protetora do homen no caminho de sua vida", explicou o Santo Padre, que recordou as palavras da constituição dogmática Lumen gentium (n. º 62) do Concílio Vaticano II: "Com sua caridade materna, cuida dos irmãos de seu Filho que caminham ainda na terra cercado de perigos e dificuldades, até que sejam conduzidos em sua casa abençoada. "


"Sim, na vida passamos por altos e baixos, mas Maria intercede por nós junto ao seu Filho, e nos comunica o poder do amor divino", lembrou o pontífice a Etzelsbach. Os que creem - acrescentou - "se apóiam na fé inabalável de que Maria é tambem nossa Mae, ao mesmo tempo - uma mãe que sofreu a pior dor de todas, que  sente conosco todas as nossas dificuldades e pensa deuma forma maternal em supera las ”.

(Traducao:MEM)



Um comentário:

  1. Roseli Santaella Stella29 de maio de 2012 11:15

    Esta imagem, chama a atençáo pelo panejamento das vestes de Maria, angulares, como nas esculturas de Gregorio Fernández, na Espanha, e de Aleijadinho, no Brasil. Inclusive, a Pietá do escultor espanhol, apresenta Jesus Cristo também à direita.Curiosa é a representaçáo de Maria menina, contrapondo com a feiçáo adulta de Cristo e ainda as proporçóes corporais de Máe e Filho. Isso denota, a formaçáo do escultor, motivado mais pela Fé do que pela erudiçáo. Talvez, esse seja o elemento fundamental da sua obra: a Fé fala por si só. Atinge a todos os seres vivos, sem distinçáo. E a imagem milagrosa de Etzelsbach é prova disso!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...